Descartar lâmpadas corretamente

Descartar lâmpadas corretamente

Sua lâmpada queimou e sempre bate aquela dúvida se podemos descartar ela no lixo comum ou não. Além do perigo de cortes que o vidro pode causar nos garis, algumas lâmpadas como as fluorescentes possuem substâncias tóxicas que são prejudiciais às pessoas e ao meio ambiente.

Então confira algumas dicas  como descartar lâmpadas corretamente:

Descartar Lâmpadas Incandescentes

As lâmpadas incandescentes são produzidas basicamente por vidro, metal e o filamento de tungstênio (não possuindo nenhum componente tóxico). Mas apesar disso, esse tipo de lâmpada não é reciclável, já que a composição de seu vidro é diferente, contando com pequenas partículas de metal.

Se essas lâmpadas não são recicláveis, então como descartar lâmpadas incandescentes? Como não possuem resíduos tóxicos, não existe muitos problemas em descartá-la em lixo comum. No entanto isso não é o ideal, faça somente em último caso. Há postos públicos e privados para todos os tipos de lâmpada. Confira os postos de reciclagem mais próximos de você no link que aparece no final deste post.

Mas se reciclar não é uma opção, que tal reaproveitá-las em vez de descartá-las? As lâmpadas incandescentes podem servir como objetos decorativos, vasos, enfeites. Basta usar a sua criatividade.

Ao invés de descartar lâmpadas, reaproveite-as

Ao invés do descartar lâmpadas incandescentes, você pode reaproveitá-las de forma criativa.

 

Além de trocar as lâmpadas, você pode utilizar o aplicativo Bluelux para melhorar a eficiência energética de seu edifício! Com o aplicativo você pode automatizar o edifício e evitar o desperdício de energia com equipamentos e iluminação que ficam ligados 24h/dia. Saiba mais!

 

Descartar Lâmpadas Fluorescentes

Apesar de serem mais eficientes do que as lâmpadas incandescentes, no interior das lâmpadas fluorescentes existem componentes químicos muito perigosos à saúde. Dentre eles, o mais perigoso é o mercúrio, um metal pesado e tóxico. Devido à presença do mercúrio, o descarte das lâmpadas fluorescentes se torna muito complicado.

O contato da substância em níveis mais altos pode gerar sérios problemas à saúde. O maior problema acontece quando a substância é inalada, o que pode causar intoxicação por mercúrio, causando tosse, dispneia, dores no peito e outros problemas mais graves.

Sobre os problemas causados no ambiente, quando o mercúrio é despejado de maneira irregular em rios, por exemplo, ele volatiliza e passa para a atmosfera, causando prováveis chuvas contaminadas. Pode acontecer também de micro-organismos absorveram o mercúrio, tornando-o orgânico em vez de metálico. Animais aquáticos e plantas podem reter o mercúrio e assim contaminar o meio ambiente sem que exista chance de erradicação.

E se a lâmpada quebrar?

cuidado ao descartar lâmpadas fluorescentes quebradas

Cuidado ao descartar lâmpadas fluorescentes quebradas

Saiba onde descartar lâmpadas e outros resíduos AQUI

Siga as orientações abaixo:

Atenção! Antes de limpar a área, a primeira coisa a se fazer é retirar do local as crianças e os animais, além de não deixar que ninguém toque o material.

  • Ventile o ambiente, abrindo portas e janela, afaste-se do local e aguarde pelo menos 15 minutos;
  • Não utilize um aspirador para juntar o conteúdo da lâmpada, isso pode contaminar outros locais quando o aparelho voltar a ser utilizado;
  • Use luvas para retirar os cacos e tenha o mínimo de contato possível com o material tóxico.
  • Coloque os cacos em um saco plástico bem lacrado;
  • Utilize fitas adesivas, papel toalha umedecido ou miolo de pão para retirar resíduos ou cacos remanescentes;
  • Deixe o material recolhido para levar a um posto de coleta;
  • Limpe o local com água sanitária misturada à água para descontaminá-lo por completo;
  • Lave bem as mãos com água corrente e sabão neutro.

Se a lâmpada fluorescente quebrou em cima de roupas de cama ou qualquer outro tipo de material que tenha contato direto com o corpo, esta peça não pode mais ser utilizada, mesmo após lavagem! Ela tem que ser destacada, pois o contato com o mercúrio a inutilizou. No caso de se cortar com os cacos de vidro, procure assistência médica o mais rápido possível.

Outros tipos de lâmpadas

As lâmpadas halógenas ou as lâmpadas LED também podem ser recicladas, mas dependem do tipo da lâmpada e de empresas especializadas em realizar a reciclagem. De qualquer maneira tente sempre realizar o descarte das lâmpadas em locais especializados e não descartá-las junto com o lixo comum.

Descartar lâmpadas em locais especializados

Processos realizados em locais especializados são responsáveis por retirar o mercúrio das lâmpadas fluorescentes, assim elimina-se a possibilidade de contaminações ambientais e intoxicações. Até por isso, o descarte deve ser bem feito, procurando quais os lugares certos, isolando o material em caso de quebra e avisando sobre o conteúdo entregue.

Os fabricantes ou as lojas que revendem as lâmpadas devem possuir postos para a coleta e o descarte correto das lâmpadas. Então aproveite quando for comprar uma nova lâmpada e encaminhe as lâmpadas velhas ou queimadas para o descarte correto.

Não deixe que este material seja levado para aterros comuns! Muitas embalagens deste tipo de lâmpada avisam se o produto é reciclável. Para achar locais que aceitam lâmpadas fluorescentes, acesse a seção de busca de Postos de Reciclagem da eCycle, selecione lâmpadas e encontre o local mais próximo de você. Você também pode aproveitar e fazer a reciclagem de outros materiais não utilizáveis em sua casa.

Links úteis:
Lâmpada Incandescente é reciclável?
Lâmpadas LED podem ser recicladas?
Preciso descartar lâmpadas fluorescentes. E agora?
Onde descartar lâmpadas fluorescentes?

Compartilhe o conteúdo deste artigo em suas redes sociais:

Menu